Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Carta aberta à SEC, Sra. Adriana Rattes, INEPAC e Subsecretria Executiva enviada por Marcos Inácio/IAB.


Exma. Sra. Adriana Rattes - Secretária Estadual de Cultura
Exma. Sra. Olga Campista - Diretora do INEPAC
Exmo Sr. Dr. Luiz Zugliani - Subsecretário Executivo

Venho por meio desta carta, demonstrar um pouco da importância da “Casa do Capão do Bispo“ no que se refere como instituição impar na produção de pesquisadores e também na formação de pessoas de exímio caráter e lisura.
Minha História e mais uma que se entrelaça com a casa em questão, comecei minha iniciação científica na casa em 2004, advindo da região dos lagos, especificamente do município de Cabo Frio. Na região de onde eu sou a Casa do Capão do Bispo já é conhecida há muitas décadas pelas pesquisas desenvolvidas por sua equipe com maestria e excelência em toda a região que contempla vários municípios. Por isso procurei na “Casa” um parâmetro de desenvolvimento cultural e científico para dar início a uma carreira de sucesso. Dela obtive todo apoio possível e ali me desenvolvi como pesquisador e como um ser humano melhor. Lá conheci todo o tipo de pesquisador cada qual com sua singularidade e profundo conhecimento no que tange a ciência chamada Arqueologia. Poderia citar aqui dezenas de nomes que estão e que passaram pela minha vida dentro da casa. A Casa do Capão do Bispo já ultrapassou os limites estabelecidos por um bairro ou um município, ela se estende a nível nacional. Pessoas como eu e outros colegas que por lá já passaram que vieram dos quatro cantos do estado e do Brasil tem na casa uma referência que se estende há décadas. Por isso rogo ao Senhor e as Senhoras, que não fechem as portas de uma instituição de peso e renome como é o IAB Capão do Bispo, deixando assim órfãos, dezenas de pesquisadores e uma comunidade inteira como é o caso dos munícipes ao redor da casa.
“Pra mim essa casa não é apenas uma casa, ela se tornou minha vida, minha família e uma das razões para eu ser quem eu sou”
Atenciosamente,
Marcos H. Inácio – Pesquisador Assistente IAB – Capão do Bispo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário