Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Sociedades “Sem História”: Por Uma História Antiga da América

Paulo Seda

Falar em História Antiga da América implica em abordar duas questões: a Arqueologia e a História das Populações Indígenas.
Arqueologia porque, sem dúvida, este é o principal meio para se conhecer a história dos povos que ocuparam, povoaram, exploraram e se desenvolveram neste continente antes da chegada dos europeus. São, sobretudo, os arqueólogos que revelam como estes povos viviam, como se organizavam, como se relacionavam e, até mesmo, como pensavam.
História Indígena, porque se entende que os indígenas atuais são os descendentes destes primeiros povos e, desta forma, sua história não pode ser contada a partir da chegada do colonizador, mas sim desde o momento em que, a milhares de anos, seus ancestrais iniciaram o povoamento do continente.
Por outro lado, falar em História Antiga da América não significa, de modo algum, transpor para cá o conceito de Antiguidade, é de uma outra História Antiga que está se falando. Significa sim, romper conceitos como "pré-história”, como "pré-colombiana", significa entender que um processo histórico já se desenvolvia neste continente antes da chegada do europeu e que estes povos foram fundamentais em nossa formação histórica. Significa dar o Direito a História a estes povos. (para continuar lendo, clique aqui)


Nenhum comentário:

Postar um comentário