Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Pesquisar este blog

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Carta aberta à Cultura e INEPAC, em resposta à carta da Sra. Adriana Rattes, por Laura, Georgina, Gilda e Rosângela.en Salvador


Ilma. Sra.
Adriana Rattes
Secretária Estadual de Cultura

Agradecendo a resposta de V. Sª a nossa carta que lhe foi enviada no dia 20 próximo passado, gostaríamos, mais uma vez, de destacar alguns itens já mencionados anteriormente.
A nossa luta para permanecermos na Casa do Capão do Bispo significa manter em funcionamento o Centro de Estudos Arqueológicos (CEA), ali instalado há 37 anos, e que é responsável pela formação de profissionais qualificados e pelo desenvolvimento de pesquisas científicas, em âmbito nacional.
Nós, pesquisadores do CEA, continuamente nos empenhamos em zelar pela Casa, dentro de nossas possibilidades, comunicando aos órgãos competentes os problemas da mesma, respeitando as determinações legais.
Portanto, permanecer na Casa implica, principalmente, em continuar atendendo a comunidade do seu entorno, divulgando aspectos importantes da nossa história, tendo a referida Casa como o seu próprio testemunho. Implica, também, em manter viva a nossa Memória, a nossa Cultura e a nossa Identidade, enquanto Pesquisadores, Cidadãos e Brasileiros.
Que o nosso apelo, Sra. Secretária, seja ouvido e sentido e que V. Sª apresente um caminho que possamos trilhar juntos, em prol da manutenção desse Patrimônio.
Atenciosamente,


Rosângela Menezes
Laura da Piedade Ribeiro da Silva
Gilda de Andrade
Georgina Ribeiro da Silva

Pesquisadoras IAB/CEA-CAPÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário